Início Entregando a alegria de Natal
 

Entregando a alegria de Natal

Joan Cary Dezembro 07, 2018

No dia de Natal, quando as famílias se unem com alegria, há sempre pessoas que são deixadas sozinhas. Contudo, na Georgia, dois Lions clubes - East Cobb Lions clube e Marietta Lions clube - passaram 35 anos garantindo que ninguém seja deixado de lado.

Todo Natal, os clubes entregam refeições e visitam os idosos de seu condado. Os idosos normalmente recebem uma refeição quente todos os dias através do programa Meals on Wheels (refeições sobre rodas), administrado pelo condado, mas os funcionários do condado estão de folga para que possam passar as festas com suas famílias. “Ninguém queria trabalhar no dia do Natal”, diz PDG Ray Moore, um Leão do East Cobb Lions clube.

Este milagre de Natal, na verdade, nasceu no Dia de Ação de Graças, quando os dois Lions clubes estavam compartilhando uma refeição 35 anos atrás. Com isso eles perceberam que havia essa necessidade. E decidiram que eles seriam aqueles que dariam um passo adiante e fariam esse serviço. Agora, esse programa está tão conhecido que muitas famílias da comunidade pediram para fazer parte dele. Um homem chega a trazer sua família que mora 120 km de distância para a manhã do dia do Natal para ajudar na cozinha.

“As pessoas adoram”, diz Moore. “É uma boa maneira de ensinar as crianças sobre a importância de cuidar do próximo.”

Todos nós queremos saber que nossa vida tem algum significado e terá algum impacto sobre os outros.

Os Leões e seus voluntários trabalham juntos preparando e entregando cerca de 100 refeições - uns anos mais, e outros menos.

Em novembro, Moore obtém os nomes das pessoas carentes. Ele e sua esposa, Liz, também companheira do East Cobb Lions clube, começam a coletar doações em cartões de presente de mercados e a combiná-los com dinheiro de angariações de fundos realizadas pelos Leões, juntamente com doações privadas para começar a fazer compras de alimentos. Cada refeição incluirá peru e presunto, batata doce, vagem, recheio e pãezinhos, além de uma sacolinha de frutas frescas, doces de Natal e bolo.

Os Moores começam o feijão na véspera de Natal antes de se reunirem com a sua própria família. Às 9 da manhã do dia de Natal, os voluntários estão chegando à Igreja Powers Ferry United Methodist Church para preparar o resto e embalar as refeições para a entrega nos arredores do Condado de Cobb.

Muitas pessoas, jovens e idosas, se reúnem com um espírito festivo ao redor das mesas para decorar as sacolas de frutas e a sobremesa, supervisionadas pela neta de Moore, e Moore distribui mapas direcionando os voluntários para as casas dos idosos para fazerem as entregas.  Quando os motoristas estão trabalhando, os Moores ficam para limpar.

Como eles se reúnem com a sua família na véspera de Natal, o dia de Natal seria quieto sem esse projeto. “Minha esposa seria forçada a se sentar e ficar me olhando o dia todo no Natal, e eu me sentiria mal por ela, então tenho que continuar com esse projeto”, diz ele rindo. “Ficamos um pouco cansado depois que tudo acaba, mas ao mesmo tempo, muito satisfeitos.”

Os Leões do Marietta Lions clube, Steve e Nan Hughes e sua filha Amy também tornara isso a sua tradição de Natal.

“Todos nós ficamos ansiosos para a manhã de Natal. É um compromisso, mas ao mesmo tempo não é. Você está ansioso para isso, porque você sabe que quem quer que você veja, você pode tocar neste dia especial. Eles podem não ter contato com mais ninguém naquele dia, e nós estamos fornecendo uma refeição nutritiva que eles não receberiam se fosse de outra forma ”, diz Steve Hughes.

“As pessoas ficam animadas [na igreja]. As crianças correm de um lado para o outro. Não é algo médico. Não estamos fornecendo óculos ou aparelhos auditivos, ou educando, mas é exatamente o que fazemos - servimos.”

“Quando você pergunta para as pessoas o motivo delas serem um Leão, elas respondem com todas as coisas que os Leões fazem”, diz Moore. “Mas a verdadeira razão pela qual você é um Leão é porque o que você faz , faz você se sentir bem consigo mesmo. Todos nós queremos saber que nossa vida tem algum significado e terá algum impacto sobre os outros. O que fazemos neste projeto nos dá validação. É um trabalho árduo, mas nos faz sentir bem. É Natal.”

Saiba mais como os Leões de todo o mundo estão lutando contra a fome e como você pode começar um projeto de serviço de combate à fome hoje.


Joan Cary é a editora assistente da Revista LION.